Mormon Newsroom
Comunicado de Imprensa

Atualizações importantes em cinco capítulos do Manual Geral

As mudanças representam a ênfase contínua no trabalho de salvação e exaltação, bem como nos princípios de flexibilidade, arbítrio e revelação pessoal

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias publicou atualizações importantes hoje, 31 de julho de 2020, em cinco capítulos do Manual Geral: Servir em A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Estes são os ajustes feitos no novo manual digital em fevereiro e março deste ano.

O novo Manual Geral está sendo traduzido para diferentes idiomas e ainda não se aplica ao Brasil. O conteúdo a seguir é direcionado  apenas aos países de lingua inglesa, onde o manual é utilizado.

Até o momento, 16 dos 38 capítulos do manual foram completamente refeitos e vários outros capítulos sofreram pequenas alterações como parte de uma revisão contínua sob a direção da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos. A estrutura orientadora do manual é o trabalho de salvação e exaltação. Os capítulos se destinam a ajudar os líderes em todo o mundo a servir com zelo cristão ao aplicarem e adaptarem os vários programas, normas e diretrizes da Igreja às suas circunstâncias. O conteúdo está disponível em inglês ao público tanto online quanto no aplicativo Biblioteca do Evangelho. A tradução para outros idiomas está em andamento.

General Handbook cover
Novo manual está disponível apenas em inglês e ainda não é válido para a condução da Igreja no Brasil.2020 by Intellectual Reserve, Inc. All rights reserved.
                      

O novo manual substitui o Manual 1 (para presidentes de estaca e bispos) e o Manual 2 (para todos os líderes).

O conteúdo publicado em 29 de julho de 2020 apresenta atualizações feitas em 15 capítulos. Ele contém revisões significativas em cinco capítulos. Os capítulos “Quórum de élderes” e “Sociedade de Socorro” agora estão organizados de acordo com o trabalho de salvação e exaltação. O número de palavras de cada capítulo caiu quase pela metade. Houve também uma redução importante no número de palavras dos novos capítulos: “Escola Dominical” e “Ensinar o evangelho”.

O capítulo 38, “Normas e diretrizes da Igreja”, inclui oito normas novas ou atualizadas. Esses ajustes se aplicam aos itens sobre controle de natalidade, doação ou venda de espermas ou óvulos, tratamentos de fertilidade, práticas ocultistas, educação sexual, suicídio e mãe de aluguel. (Algumas outras partes deste capítulo foram atualizadas em fevereiro de 2020.) Além disso, foi incluído um item sobre a maconha medicinal na seção 38.7 (intitulada “Normas médicas e de saúde”). Muitas dessas atualizações têm agora explicações doutrinárias para ajudar as pessoas a entender por que a Igreja adota determinada posição quanto a esses assuntos.

Assim como as atualizações publicadas em fevereiro e março de 2020, as mudanças publicadas em 29 de julho de 2020 podem ser aplicadas eficazmente às congregações de todos os tamanhos, o que é particularmente bom para uma Igreja mundial com mais de 16 milhões de membros.

A seguir, encontra-se um sumário, por capítulo, das mudanças publicadas em 29 de julho de 2020:

Capítulo 5: Liderança da estaca

  • O papel da presidência da estaca no relacionamento com líderes cívicos e comunitários em sua área é esclarecido. Ver essa e outras informações na seção 5.1.1.8.
  • Um setenta de área preside o conselho de coordenação (veja a seguir os acréscimos feitos ao capítulo 29) e pode convidar a presidente da Sociedade de Socorro e outros líderes da estaca para participar dessas reuniões quando necessário. Ver seções 5.1.1.5, 5.4.1 e 5.4.2.

Volta ao topo

Capítulo 8: Quórum de Élderes

  • O conteúdo está organizado de acordo com o trabalho de salvação e exaltação.
  • A presidência do quórum de élderes e da Sociedade de Socorro da ala são responsáveis pelo trabalho diário dos missionários e pelo trabalho do templo e da história da família na ala.
  • A opção de chamar um coordenador de serviço e um coordenador de atividades foi acrescentada (Observe a seguir, no terceiro marcador, uma mudança semelhante no capítulo 9, "Sociedade de Socorro").

Volta ao topo

Capítulo 9: Sociedade de Socorro

  • O conteúdo está organizado de acordo com o trabalho de salvação e exaltação.
  • A presidência do Quórum de Élderes e da Sociedade de Socorro da ala são responsáveis pelo trabalho diário dos missionários e pelo trabalho do templo e de história da família na ala.
  • O chamado de “líder de solidariedade” foi renomeado para “coordenadora de serviço”. O chamado de “coordenador de serviço” também foi acrescentado ao capítulo “Quórum de Élderes”, para que as duas organizações tenham chamados com os mesmos nomes.
  • A seção “Reuniões adicionais da Sociedade de Socorro” foi renomeada para “Atividades da Sociedade de Socorro”.
  • O presidente da estaca chama a presidente da Sociedade de Socorro da estaca e não delega essa responsabilidade a um conselheiro.

Volta ao topo

Capítulo 12: Primária

  • Foi publicada em março uma revisão significativa nesse capítulo. Algumas pequenas alterações foram acrescentadas em 29 de julho de 2020. Elas incluem as novas seções sobre o tempo de cantar e o berçário. Além disso, a seção 12.1.1 ampliou o propósito da Primária (ajudar as crianças a “sentir o amor do Pai Celestial e aprender sobre Seu plano de felicidade”). A seção 12.2.1.3 esclarece que as atividades da Primária, inclusive as do dia de acampamento, não incluem pernoites.

Volta ao topo

Capítulo 13: Escola Dominical

  • O bispo decide sobre a necessidade de chamar conselheiros para o presidente da Escola Dominical. O chamado de secretário da Escola Dominical foi incluído como opção para alas grandes.
  • O cargo de presidente de classe da Escola Dominical foi excluído. 
  • As reuniões de conselho de professores podem ser realizadas para os pais com o fim de ajudá-los a cumprir a responsabilidade de ensinarem o evangelho no lar. Essa mudança também se verifica no capítulo 17.
  • Uma classe da Escola Dominical pode ser organizada para membros novos, membros que estão retornando, pessoas que estão conhecendo a Igreja e outras pessoas, conforme a orientação do bispo. O currículo para essas classes é o Vem, e Segue-Me.
  • As informações que talvez não se apliquem a algumas unidades, tais como as instruções sobre os centros de recursos (anteriormente chamados de biblioteca da capela) e as classes de jovens adultos solteiros, são apresentadas como adaptações ao programa “principal” da Escola Dominical.
  • A “biblioteca da capela” agora recebe o nome de “centro de recursos”, e o “bibliotecário da ala” é agora o “especialista do centro de recursos da ala”.

Volta ao topo

Capítulo 15: Seminários e Institutos de Religião

  • Foi publicada em fevereiro uma revisão significativa desse capítulo. As atualizações publicadas em 29 de julho de 2020 incluem um parágrafo sobre as opções de classe na seção 15.1.2.

Volta ao topo

Capítulo 17: Ensinar o evangelho

  • As responsabilidades de vários líderes foram reunidas em um único título: “Responsabilidades dos líderes”.
  • Para enfatizar a importância de ensinar e aprender o evangelho no lar, foi acrescentada uma nova seção: “Aprendizado e ensino do evangelho centralizado no lar”.
  • As informações sobre o curso de ensino do evangelho foram substituídas por uma seção sobre as reuniões de conselho de professores.
  • Foram acrescentadas sugestões que oferecem flexibilidade aos líderes da Primária relacionadas a como e quando os professores devem assistir às reuniões de conselho de professores. Inclui a opção de realizar essas reuniões de conselho para os professores da Primária antes ou depois da Igreja ou em um dia que não seja o domingo.
  • As reuniões de conselho de professores podem ser realizadas para os pais com o fim de ajudá-los a cumprir a responsabilidade de ensinarem o evangelho no lar. Essa mudança também se verifica no capítulo 13.

Volta ao topo

Capítulo 18: Ordenanças e bênçãos do sacerdócio

  • A alteração feita na seção 18.3 observa que, quando necessário, a aprovação para algumas ordenanças e bênçãos da Igreja pode ser dada por um conselheiro da presidência da estaca, da presidência da missão, do bispado ou da presidência do ramo.

Volta ao topo

Capítulos 24 e 26: Preparar e recomendar missionários; Recomendações para o templo

  • As seções 24.5.1, 24.10.3.1 e 26.2.2 esclarecem que os presidentes de missão podem autorizar seus conselheiros a entrevistar missionários em perspectiva e a desobrigar missionários quando necessário.

Volta ao topo

Capítulo 29: Reuniões da Igreja

  • Uma nova seção no fim do capítulo (29.11) explica os propósitos das reuniões de conselho de coordenação e quem participa dessas reuniões.

Volta ao topo

Capítulo 30: Chamados da Igreja

  • O Quadro de chamados (30.7) foi atualizado para refletir as mudanças em outras partes do Manual Geral.

Volta ao topo

Capítulo 32: Arrependimento e conselhos de condição de membro da Igreja

  • Os dois novos parágrafos na seção 32.9.7 esclarecem o que um presidente da estaca ou bispo deve fazer quando não puder participar de um conselho de condição de membro devido a circunstâncias incomuns.

Volta ao topo

Capítulo 35: Propriedades

  • As informações acrescentadas à seção 35.4.3 especificam quais são as condições para que os edifícios alugados pela Igreja sejam dedicados para a adoração.

Volta ao topo

Capítulo 38: Normas e diretrizes da Igreja

  • Pais solteiros menores de 18 anos (38.1.5)

    Foi acrescentada uma norma sobre pais solteiros menores de 18 anos. Os rapazes solteiros que se tornarem pais podem participar de seu respectivo quórum do Sacerdócio Aarônico ou do Quórum de Élderes. As moças solteiras que se tornarem mães podem participar das Moças ou da Sociedade de Socorro. Essas decisões são tomadas em espírito de oração pelo rapaz ou pela moça, seus pais e o bispo.
     

Prefácio da seção Normas referentes a questões morais (38.6)

Esta declaração foi acrescentada no início da seção 38.6: “Algumas normas nesta seção são sobre assuntos que a Igreja ‘desaconselha’. Os membros da Igreja geralmente não passam por restrições à condição de membro devido a decisões tomadas sobre esses assuntos. No entanto, todas as pessoas, no fim, são responsáveis perante Deus por suas decisões”.
 

  • Controle de natalidade (38.6.4)

    O item sobre controle de natalidade agora inclui informações sobre a esterilização cirúrgica, mas a norma não mudou (a seção “Esterilização cirúrgica” presente nos manuais anteriores foi removida). A Igreja segue desaconselhando a esterilização cirúrgica como forma eletiva de controle de natalidade. Como gerar filhos é um privilégio de casais casados capazes, o marido e a esposa são incentivados a “aconselhar-se mutuamente em espírito de união e a buscar a confirmação do Espírito” ao considerar os procedimentos de controle de natalidade permanentes. Ler mais informações.
     
  • Doar ou vender esperma ou óvulos (38.6.7)

    A norma sobre a doação de esperma foi revisada para incluir a doação de óvulos. A Igreja desaconselha a doação de esperma ou óvulos, mas deixa que o doador em potencial pondere em espírito de oração e decida sobre o assunto. A Igreja também desaconselha a venda de espermas ou óvulos.
     
  • Tratamentos de fertilidade (38.6.9)

    Uma nova seção sobre tratamentos de fertilidade combina as seções anteriores sobre inseminação artificial e fertilização in vitro. O texto observa que essas tecnologias reprodutivas podem ajudar o marido e a esposa a cumprir seu desejo justo de prover um corpo para os filhos espirituais de Deus. A Igreja continua a desaconselhar o uso dessas tecnologias com o esperma de outro homem que não seja do marido ou um óvulo de outra mulher que não seja da esposa. No entanto, esse é um assunto pessoal que, por fim, é deixado para que o homem e a mulher legalmente casados ponderem em espírito de oração e decidam sobre o assunto.
     
  • Práticas ocultistas (38.6.12)

    A seção sobre as práticas ocultistas declara que estas incluem (mas não se limitam a): a adoração a Satanás, a adivinhação, as maldições e as práticas de cura que são imitações do poder do sacerdócio.
     
  • Educação sexual (38.6.16)

    A seção sobre educação sexual incentiva os pais a ter conversas francas, claras e constantes com seus filhos sobre a sexualidade moralmente correta. A seção também aconselha os pais a estar cientes e a procurar de modo adequado influenciar na educação sexual ensinada nas escolas de seus filhos.
     
  • Suicídio (38.6.19)

    A seção sobre o suicídio incentiva os membros a ter mais compaixão ao ministrar àqueles que estão pensando em suicídio. Muitos que passam por isso estão buscando alívio de uma dor física, mental, emocional ou espiritual. Eles precisam do amor, da ajuda e do apoio da família, dos líderes da Igreja e de profissionais qualificados. Os bispos são aconselhados a dar apoio eclesiástico e auxiliar os membros a obter ajuda profissional imediata, quando necessário. O texto também observa que, embora não seja certo que uma pessoa tire sua própria vida, “somente Deus é capaz de julgar os pensamentos, as ações e o nível de responsabilidade da pessoa”.
     
  • Mãe de aluguel (38.6.21)

    Essa seção agora inclui uma norma de longa data que diz que as crianças nascidas de uma mãe de aluguel podem ser seladas aos pais no templo somente com a aprovação da Primeira Presidência.
     
  • Maconha medicinal (38.7.8)

    Uma nova seção sobre maconha medicinal diz que, de acordo com declarações anteriores, a Igreja se opõe ao uso da maconha para fins não medicinais. A norma também fornece diretrizes para os casos em que a maconha pode ser usada para fins medicinais.

Volta ao topo

Observação de Guia de Estilo:Em reportagens ou notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, por favor utilize o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome da Igreja, procure on-line pelo nosso Guia de Estilo.