Comunicado de Imprensa

O que o profeta ensinou na conferência geral?

O presidente Nelson fala sobre fé, arrependimento e convênios durante a reunião mundial

Sunday-AM-General-Conference

Comecem hoje a aumentar sua fé”, disse o presidente Russell M. Nelson durante uma sessão especial de Páscoa na manhã de domingo da Conferência Geral, nos dias 3 e 4 de abril. A conferência, que foi transmitida a milhões de pessoas do mundo inteiro, foi realizada nos dias 3 e 4 de abril, com oradores de todos os continentes habitados na Terra.

O presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, estimado pelos membros como profeta, incentivou os ouvintes a se tornarem melhor por meio do arrependimento, do cumprimento de seus convênios do templo e da lembrança das lições aprendidas durante a pandemia. Ele disse que os convites feitos nas várias sessões da conferência, que tem duração de dois dias, podem ajudar a preparar as pessoas e o mundo para a Segunda Vinda de Jesus Cristo.

‘Comecem hoje a aumentar sua fé’

“O Senhor não exige uma fé perfeita para termos acesso a Seu poder perfeito. Entretanto, Ele nos pede que acreditemos”, disse o presidente Nelson na manhã de domingo. Ele citou exemplos das escrituras, da história da Igreja e da vida de santos dos últimos dias da Oceania para ilustrar como o exercício da fé pode realizar milagres.

O profeta disse que “a fé em Jesus Cristo é maior poder que temos à nossa disposição nesta vida”. Ele também salientou que é preciso esforço para aumentar a fé e confiar em Deus.

O presidente Nelson deu sugestões para que aumentemos nossa fé:

  • Estudar o evangelho
  • Decidir acreditar.
  • Agir com fé.
  • Participar das ordenanças.
  • Pedir a Deus que nos ajude.

“Sua fé crescente Nele moverá montanhas — não as montanhas que fazem parte das paisagens que embelezam a Terra — mas as montanhas de sofrimento em sua vida”, declarou ele. “Sua crescente fé os ajudará a transformar seus desafios em um crescimento e uma oportunidade incomparáveis”.

Saturday-AM-General-Conference

Tornar-nos pessoas melhores por meio do arrependimento

Na manhã de sábado, o presidente Nelson disse que ao ver da janela de seu escritório os trabalhadores da reforma que está em andamento no Templo de Salt Lake, ele pensou “na necessidade que todos temos de remover, com a ajuda do Salvador, os antigos detritos de nossa vida”. Ele disse que, ao fazermos isso, seremos capazes de tornar-nos mais dignos e de preparar o mundo para a Segunda Vinda do Senhor.

“O evangelho de Jesus Cristo é um evangelho de arrependimento”, disse ele. “Graças à Expiação do Salvador, Seu evangelho nos convida a continuar mudando, crescendo e nos tornando mais puros. Este é um evangelho de esperança, de cura e de progresso. Portanto, o evangelho é uma mensagem de alegria! Nosso espírito se regozija a cada pequeno passo que damos.”

‘Guardem seus convênios do templo’

“O trabalho do templo é uma parte singular e vital da Restauração do evangelho de Jesus Cristo em sua plenitude”, afirmou o presidente Nelson na tarde de domingo, durante a última sessão da conferência geral. “As ordenanças do templo preenchem nossa vida com poder e força que não estão disponíveis em nenhum outro lugar. Somos gratos a Deus pelas bênçãos do templo.”

Para aqueles que se perguntam quando será reaberto o templo em sua região, o presidente Nelson explicou que o templo reabrirá quando a incidência local da Covid-19 estiver dentro de limites seguros e as normas governamentais locais assim o permitirem. “Nós os incentivamos a fazer todo o possível para reduzir os números da Covid em sua área a fim de aumentarem suas oportunidades de ir ao templo”, disse ele.

“Mantenham, sobretudo, seus convênios e as bênçãos do templo em sua mente e em seu coração”, disse o presidente Nelson. “Permaneçam fiéis aos convênios que fizeram.” Ele anunciou planos de construção de 20 novos templos.

Apr-2021-Priesthood-Cody-Bell-President-Nelson

Lembrar as lições aprendidas durante a pandemia

Durante a sessão do sacerdócio da noite de sábado, o presidente Nelson disse que o Senhor “conclamará cada vez mais Seus servos que portam dignamente o sacerdócio para que abençoem, consolem e fortaleçam a humanidade e ajudem a preparar o mundo e o povo que vive nele para Sua Segunda Vinda”.

O profeta disse que espera que os portadores do sacerdócio se lembrem (e que todos nós coloquemos em prática) quatro lições aprendidas durante a pandemia que os ajudou a se tornarem servos de Deus mais dedicados e convertidos.

  1. O lar é o centro da fé e da adoração. O presidente Nelson disse que o poder do sacerdócio estará à disposição deles e de suas respectivas famílias em seu lar, à medida que guardarem os convênios que fizeram. Ele nos convidou a refletir sobre como o modo de administrar o sacramento no lar afetou o espírito e os sentimentos sagrados em nossa família, e depois pensear em como fazer do lar um primordial “santuário da fé” e um lugar de “serenidade e segurança”.

“À medida que a fé e a santidade diminuem neste mundo decaído, sua necessidade de permanecer em lugares santos aumentará”, disse ele. “Peço que continuem a fazer com que seu lar um lugar verdadeiramente santo e que vocês ‘não [sejam] movidos’ (Doutrina e Convênios 87:8; grifo nosso) quanto a essa meta essencial”.

  1. Precisamos uns dos outros. O presidente Nelson mencionou que o fato de o mundo vivenciar uma provação em comum de uma pandemia tem o potencial de unir os filhos de Deus como nunca, disse o presidente Nelson. Ele incentivou os ouvintes a amar a Deus e a nossos semelhantes por meio do serviço.

    “Se vocês conhecem alguém que se sinta sozinho, estendam a mão a essa pessoa — mesmo que vocês próprios também se sintam sozinhos”, disse ele. “Não é preciso ter um motivo, uma mensagem preparada ou um assunto a tratar. . Simplesmente entrem em contato e demonstrem seu amor. A tecnologia pode ajudá-los. Estando ou não em meio a uma pandemia, cada filho precioso de Deus precisa saber que não está sozinho!”
     
  2. Seu quórum do sacerdócio deve ser mais do que apenas uma reunião. O presidente Nelson incentivou os ouvintes a ampliar sua visão do motivo pelo qual temos quóruns ao perguntar: “Como o Senhor deseja que seu quórum funcione para realizar a obra Dele — neste momento?”

    “Busquem revelação do Senhor”, aconselhou ele. “Humilhem-se! Perguntem! Ouçam! Se vocês foram chamados para liderar, aconselhem-se em presidência e com os membros do quórum. A despeito de seu ofício ou de seu chamado no sacerdócio, permitam que Deus prevaleça em seu compromisso como membros de seu quórum e em seu serviço.”
     
  3. Ouvimos melhor a Jesus Cristo quando nos aquietamos. À medida que a comoção no mundo continua a aumentar, o mesmo acontece com a necessidade de buscar um momento sereno e sagrado para ouvir a voz do Senhor sussurrar “Sua orientação, Seu consolo e Sua paz”, disse o presidente Nelson. “Disciplinem-se para que passem um tempo sozinhos e um tempo com seus entes queridos. Abram o coração a Deus em oração. Abram o coração a Deus em oração. Reservem um tempo para mergulhar nas escrituras e adorar no templo.”

Observação de Guia de Estilo:Em reportagens ou notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, por favor utilize o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome da Igreja, procure on-line pelo nosso Guia de Estilo.