Mormon Newsroom
Comunicado de Imprensa

Profeta apresenta uma Nova Proclamação ao Mundo: “A Restauração da Plenitude do Evangelho de Jesus Cristo”

A Restauração da Plenitude do Evangelho de Jesus Cristo:

Uma proclamação Bicentenária ao mundo

Cebuano (Cebuano)

中文 (Chinês)

English (Inglês)

Français (Francês))

Deutsch (Alemão)

日本語 (Japonês)

한국어 (Coreano)

Português (Português)

Gagana Samoa (Samoano)

Español (Espanhol)

Tagalog (Tagalog)

Faka-tonga (Tonganês)

Os santos dos últimos dias são uma família global de mais de 16 milhões de membros e falam uma variedade de idiomas. A proclamação estará disponível em muitas outras línguas nos próximos dias aqui e no aplicativo Biblioteca do Evangelho.

Durante a sessão da manhã de domingo da 190ª Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, o Presidente Russell M. Nelson apresentou uma proclamação em homenagem ao 200º aniversário da Primeira Visão de Joseph Smith.

Intitulado “A Restauração da Plenitude do Evangelho de Jesus Cristo: Uma Proclamação Bicentenária ao Mundo”, este documento descreve as principais crenças dos santos dos últimos dias. Isso inclui a supremacia de Jesus Cristo na salvação, a divindade das revelações de Joseph Smith e do Livro de Mórmon, a missão única de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e a natureza contínua da Restauração que começou com a Primeira Visão de Joseph Smith da Deidade em 1820. A proclamação convida as pessoas de todos os lugares a saberem por si mesmas que Deus fala e que esta Restauração da verdade está ocorrendo para ajudá-las a se preparar para a Segunda Vinda de Jesus Cristo.

    

O Presidente Nelson apresentou e proferiu a proclamação (de autoria da Primeira Presidência e Quórum dos Doze Apóstolos) em um vídeo gravado anteriormente no Bosque Sagrado em Palmyra, Nova York. Esse bosque foi o local onde Joseph Smith teve a visão de Deus, o Pai, e de Jesus Cristo.

Em vez de erigir um monumento físico em homenagem a esse momento especial da história da Igreja (como foi feito anteriormente), o Presidente Nelson disse que a Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos se sentiram inspirados a criar um “monumento de palavras - uma proclamação de palavras solenes e sagradas - escrito não para ser esculpido em 'tábuas de pedra', mas em palavras que poderiam ser gravadas nas 'tábuas de carne' de todos os corações humanos '(2 Coríntios 3:3).”

Após a leitura da proclamação, o Presidente Nelson liderou a congregação mundial no Brado de Hosana. Este brado tem raízes bíblicas e remonta aos primeiros dias da Igreja. É uma maneira dos santos dos últimos dias darem honra e louvores à Deus, o Pai, e a Seu Filho Jesus Cristo. Esse é um ato especialmente notável que ocorre quando a Igreja celebra o bicentenário da Primeira Visã de Joseph Smith.


Contexto histórico
Esta é a sexta proclamação emitida pela Igreja. As demais foram proferidas em 1841 (somente para os santos), 1845, 1865, 1980 e 1995.
A proclamação de 1980 se parece mais com a que o presidente Nelson apresentou no domingo. Durante a Conferência Geral de abril de 1980, a Igreja celebrou 150 anos desde sua organização emitindo uma proclamação de uma casa de madeira reconstruída no local da fazenda de Peter e Mary Whitmer em Fayette, Nova York. O local foi no lar original dos Whitmers, onde Joseph Smith traduziu algumas páginas do Livro de Mórmon em 1829 e organizou formalmente a Igreja em 1830.

Observação de Guia de Estilo:Em reportagens ou notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, por favor utilize o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome da Igreja, procure on-line pelo nosso Guia de Estilo.