10996bea940511ec9bf2eeeeac1e09af6e6fe005.jpeg
Comunicado de Imprensa

Volume 3 do livro Santos está agora disponível

O livro — disponível em 14 idiomas — é o mais novo capítulo da história oficial da Igreja

O terceiro volume de Santos: A História da Igreja de Jesus Cristo nos Últimos Dias foi publicado digitalmente em 14 idiomas. Esse é o mais novo livro de história narrativa, Com Coragem, Nobreza e Independência, conta a história dos santos dos últimos dias de 1893 a 1955 — uma época de mudança sem precedentes na Igreja e no mundo inteiro.

A versão digital do volume 3 está disponível gratuitamente no site da Igreja e na seção História da Igreja do aplicativo Biblioteca do Evangelho. Exemplares impressos estarão disponíveis em inglês nas próximas semanas na loja on-line da Igreja e em outras lojas. Exemplares impressos em outros idiomas estarão disponíveis nos próximos meses.

Os volumes anteriores do livro Santos concentram-se no início da Restauração quando os santos dos últimos dias se reuniram para construir templos em Kirtland, Nauvoo e Utah. Embora esses livros tenham incluído histórias da Inglaterra, da Escandinávia e das Ilhas do Pacífico, é no volume 3 que a história se torna verdadeiramente global. Mais da metade do livro acontece fora dos Estados Unidos, com histórias na Europa, Ásia, África, América Central e do Sul e Oceania. No ponto culminante do livro, o presidente David O. McKay dedica o Templo da Suíça, a primeira casa do Senhor na Europa. Os santos europeus não teriam mais que cruzar oceanos para participar plenamente das bênçãos do evangelho restaurado.

“Os leitores vão se regozijar e, às vezes, vão sentir gratidão ao aprenderem sobre as experiências dos santos em todo o mundo”, disse o élder LeGrand R. Curtis Jr., historiador e registrador da Igreja. “Neste novo volume, temos os primeiros vislumbres de templos abençoando os membros da Igreja fora da América do Norte e vemos a vigorosa influência que as ordenanças nesses templos têm sobre os santos.”

Embora muitos leitores estejam familiarizados com as épocas anteriores da história da Igreja, o livro Santos, volume 3 traz à luz um período pouco conhecido da história dos santos dos últimos dias. É uma época de modernização, que começa com pessoas viajando em carruagens puxadas por cavalos e se comunicando por telégrafo e termina em uma época de aviões supersônicos e televisão colorida.

“O volume 3 abrange um período de mudanças drásticas no mundo e na Igreja, tanto na instituição quanto na vida e nas experiências cotidianas das pessoas”, disse Lisa Olsen Tait, editora geral da série. “Mostramos essas transformações pelos olhos dos santos do mundo inteiro — um jovem portador do sacerdócio em Cincinnati, uma missionária de língua japonesa no Havaí, um casal recém-casado que enfrenta incertezas e restrições por trás do Muro de Berlim.”

À medida que os leitores encontram no livro dificuldades econômicas terríveis, guerras globais brutais e uma pandemia de gripe, eles reconhecem que ter fé nos momentos de dificuldade não é novidade para os santos dos últimos dias. Há histórias de mulheres e homens que enfrentam dúvidas e opressão, mas

também há histórias de esperança e reconciliação à medida que os membros da Igreja estendem a mão para servir e abençoar seu próximo.

Para os leitores que desejam se aprofundar mais na história do livro Santos, a Igreja publicou dezenas de novos tópicos da história da Igreja na Biblioteca do Evangelho, fornecendo introduções detalhadas de tópicos que vão desde a Grande Depressão até os Seminários e Institutos. Hoje, 22 de abril, também marca o lançamento de uma terceira temporada do podcast Santos, que mostra os bastidores para contar mais sobre as pessoas e os acontecimentos nos livros. As temporadas anteriores do podcast atingiram centenas de milhares de ouvintes.

Santos, que por fim terá quatro volumes, é a terceira história oficial multivolume produzida pela Igreja.

Idiomas de Santos, Volume 3

Observação de Guia de Estilo:Em reportagens ou notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, por favor utilize o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome da Igreja, procure on-line pelo nosso Guia de Estilo.